Sobre o preço das consultas

Quanto custa uma consulta com um Psiquiatra e porque Psiquiatra geralmente cobra retorno?

A maioria das pessoas acha que vai ao Psiquiatra toda semana, como se fosse um Psicoterapeuta.

Não é assim.

A maioria das pessoas tem determinado problema que vai ser tratado com um remédio, com uma Psicoterapia ou com ambos.

Muito bem, digamos que você precisa de uma Psicoterapia. Nesse caso seu Psiquiatra ou irá encaminhar para um Terapeuta ou irá oferecer para ele mesmo fazer a Psicoterapia. Lógico que se o atendimento for semanal, o preço de cada sessão será completamente diferente do preço de uma consulta clínica.

O tratamento clínico com o psiquiatra não é semanal e quase nunca é nem mensal. Depois da fase aguda, gealmente as visitas têm intervalo de meses.

Claro que existem problemas mais graves que precisam atendimento com muito maior freqüência, mas são exceção.

E porque os psiquiatras cobram o retorno?

Porque consulta psiquiátrica é sempre demorada e a segunda ou a terceira consultas podem ser tão ou mais longas que a primeira.

Além disso, em psiquiatria, nem sempre se consegue fazer o diagnóstico de certeza na primeira consulta. Às vezes o médico tem uma impressão diagnóstica na primeira consulta, medica e de acordo com a evolução inicial ele pode mudar ou completar o diagnóstico na segunda consulta.

Portanto, consulta cara não quer dizer tratamento caro:

Ir a um profissional dezenas de vezes, pagando pouco acaba tendo um custo bem maior.

Nenhum dos Colegas da Equipe atende convênios. Mas todos fornecem um relatório junto com o recibo para você pedir reembolso ao seu Seguro Saúde.

Cuidado com os falsos médicos e psicólogos

Você já deve ter visto na TV ou lido no jornal. Volta e meia descobrem falsos médicos e falsos psicólogos. São criminosos que falsificam diplomas ou assumem a identidade de médicos e psicólogos verdadeiros. E não é diferente do que se vê em outras áreas: a Polícia prende, a Justiça solta.

Para tentar inibir esses casos, o Conselhos Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) colocou as fotos dos médicos nos seu site.