Síndrome do Pânico

Síndrome do Pânico

Síndrome do Pânico não é uma doença do cérebro causada por algum "defeito da Serotonina". Quase ninguém precisa medicação "para o resto da vida". Transtorno do Pânico cura sim, porque ele quase sempre é uma reação do seu organismo uma situação estressante cuja saída envolve decisões importantes, perdas afetivas, financeiras, mudanças de estilo de vida, etc. Por isso recomendamos algumas medidas além da medicação. Entre elas uma forma de psicoterapia, ou Yoga ou Meditação, dependendo do caso.

As pessoas tratam com Frontal, Rivotril, Lexotan, Anafranil, Prozac, Aropax, etc., são dezenas de remédios diferentes. Se um remédio é melhor que o outro, depende de cada paciente. Existem muitos ótimos remédios, mas isso não quer dizer que são ótimos para todas as pessoas que tomam. Não se pode dizer que um remédio é sempre melhor que o outro, depende de muitos fatores individuais.

Conhece o chavão "cada caso é um caso"? Não é um chavão, é uma realidade diária na arte de exercer a medicina.

Olá tudo bem? Eu tenho Pânico há 2 anos por conta de trabalho e relacionamento porém comecei a ter crises e minha pressão foi nas alturas o médico me passou um monte de exames e fiz e deram negativo, hoje eu tenho 30 anos e tomava 2 mg de Rivotril para dormir porém me dá umas coisas que pareço esta sem ar dor no peito, suor nas mãos e pés, fico com medo e passei de 2 mg para 1 mg do remédio tinha medo de comer pois achava que iria passar mal. Por favor o que devo fazer para fazer o desmame do Rivotril?

“Desmamar” o Rivotril é fácil, mas me parece que você teve piora da ansiedade apesar de estar tomando Rivotril 2 mg. Portanto, me parece que você precisa tratar, e não parar o tratamento. O problema é que o Rivotril é muito eficiente nos começos de tratamento, mas quando os Ataques de Pânico duram muito tempo, o tratamento com Antidepressivos (mais psicoterapia) costuma ser mais eficaz.

Olá, tive sp há um ano e meio e tratei com exodus 20 mg. Melhorei. Porém, agora estou com depressão. Meu médico associou wellbutrin por eu relatar fadiga. Depois de 1,5 mês não tive muita melhora e ele associou pristiq 100 mg ao escitalopram 20 mg. Agora que relatei a ele que estou tendo ejaculação precoce, ele me pediu pra trocar o exodus por pondera 30 mg. É uma combinação boa? Pristiq com pondera? Ou melhor, wellbutrin e pondera? Queria o melhor resultado pra depressão com fadiga e ejaculação precoce. Obrigado!

Vamos lá. Exodus e escitalopram são a mesma coisa (como lexapro, reconter). Ele é bom mesmo para ansiedade, pânico e também funciona em ejaculação precoce. Wellbutrin (ou bupropiona, bup, zyban, zetron) realmente é um antidepressivo que ajuda muito na fadiga mas não muda a ejaculação precoce. A maioria das pessoas precisa 300 mg por dia. O pondera é a paroxetina (aropax. Paxil cr, praxetina, cebrilin, etc.) Excelente para ansiedade, pânico, ejaculação precoce e depressão. Pristiq também, e é mais ativador do que o escitalopram e a paroxetina. Concluindo, é uma série de remédios bons e eficazes. O problema é que nem sempre precisa fazer combinações para ter um resultado bom que resolva todos esses problemas. Mas não seria ético eu recomendar qual é o teu tratamento ideal específico para teu caso. Não conheço detalhes do seu problema e acredito que teu psiquiatra deve ter os motivos dele para sugerir essas combinações.

Amigos, tenho 36 anos, era esportista, nunca bebi, nunca usei drogas e estou tendo síndrome do pânico por causa de abstinência do remédio clonazepam, tem 3 meses fui ao cardiologista , fiz todos os exames não deu nada , só que minha pressão arterial esta chegando 17x9 , me passou coversyl 4 mg só que tomo há 3 dias e esta piorando! Já fui a vários médicos ninguém resolveu nada! Dr, você pode me ajudar? Grato.

Bom dia. Você não tem síndrome do pânico pela abstinência do clonazepam (rivotril). Primeiro que não existe abstinência de 3 meses. Segundo que você provavelmente começou a tomar o rivotril por causa de um estado de ansiedade. Então, provavelmente o que está acontecendo é que sem o clonazepam tua ansiedade está piorando rapidamente a ponto de provocar o aparecimento de ataques de pânico. Você sendo jovem, esportista e de vida saudável, sugiro procurar um psiquiatra e não um cardiologista.

Amigos, tenho 36 anos, era esportista, nunca bebi, nunca usei drogas e estou tendo síndrome do pânico por causa de abstinência do remédio clonazepam, tem 3 meses fui ao cardiologista , fiz todos os exames não deu nada , só que minha pressão arterial esta chegando 17x9 , me passou coversyl 4 mg só que tomo há 3 dias e esta piorando! Já fui a vários médicos ninguém resolveu nada! Dr, você pode me ajudar? Grato.

Bom dia. Você não tem síndrome do pânico pela abstinência do clonazepam (rivotril). Primeiro que não existe abstinência de 3 meses. Segundo que você provavelmente começou a tomar o rivotril por causa de um estado de ansiedade. Então, provavelmente o que está acontecendo é que sem o clonazepam tua ansiedade está piorando rapidamente a ponto de provocar o aparecimento de ataques de pânico. Você sendo jovem, esportista e de vida saudável, sugiro procurar um psiquiatra e não um cardiologista.